Conservação e Limpeza

14 de julho de 2019

Higienização e preservação de condomínios residenciais é uma forma das mais procuradas por síndicos e administradores nas companhias de terceirização de higienização e mão-de-obra.

Edifícios são locais de grande circulação de indivíduos – entre elas crianças, idosos e deficientes físicos – e dessa forma são tratados com metodologias e equipamentos especificamente desenvolvidos para esses fins. A saúde dos condôminos e seus visitantes precisa ser fraude com a princípio atenção, promovendo um trabalho eficaz, sem riscos e resistente.

Saiba Mais: Aprenda a limpar e conservar melhor suas limas e grosas


Há muitas particularidades e locais específicos que se precisa realizar muita atenção ao cumprir a higienização condominial pelas companhias terceirizadas. Aqui vamos anunciar de uma delas, que merece a princípio atenção.


Elevadores sujos são focos de complicações


Um dos locais de maior movimento de um obra, seja ele residencial ou corporativo, é sem dúvidas, o carro. O equipamento ocasionalmente é um pouco desleixado pelas empresa contratadas de Higienização e Fixação, o que pode fazer custos altos de preservação para síndicos ou administradores.


Além da sujidade comum acumulada todos os dias no lajeado, deve-se ter atenção sui generis para que resíduos líquidos não caiam dentro dos equipamentos já que ótima parte dos sensores de segurança estão na parte de baixo do carro. Esse tipo de sujidade pode dificultar gravemente o bom desempenho do carro, comprometendo sensores de acesso e freios de estacionamento.


Como corporificar a higienização dos elevadores?


Antes de mais nada segurança em primeiro lugar. O equipamento necessita estar avulso permanecendo apenas com a luz de telhado acesa para a prática da higienização. A acesso precisa estar aberta e cones de segurança precisam mostrar que o equipamento esta em preservação.


As companhias de terceirização evidencia regras já bem definidas para a higienização dos elevadores.


O aço puro precisa ser higienizado com descompostura objetivo e água quente ou outro produto recomendado pelo fabricante. No final da limpeza o carro precisa ser seco com um tela higienizado, preferencialmente aflanelado. De modo algum se precisa utilizar esponjas, lâminas, esfregões de aço ou outro tipo de instrumento que possa deteriorar esse material. Vale realçar que o esforço para auxílio destas placas é bem alto e apenas pode ser executado pela mantenedora do equipamento.


As botoeiras indicadoras precisam ser limpas com tela lento em água e descompostura objetivo. Não se aplica água de modo direto nas botoeiras.


Os vidros e espelhos, frequentes nos elevadores, precisam ser limpos com produtos especiais para realizar o resultado esperado. Um bom aberta vidros e um tela microfibras costuma resolve o dificuldade da sujidade.


Já o lajeado do carro precisa ser aspirado e higienizado posteriormente com um tela ungido em água e correnteza.


As ranhuras de acesso similarmente é outro artigo que merece grande atenção já que o exagero de impureza pode casar a desocupado circulação das portas e por consecutivo os sensores de tempo e distância.


Ao final da higienização o equipamento precisa ser verificado constantemente pelo sindicante ou diretor de maneira atestar que o processamento de saneamento não causou danos ao equipamento.

FONTE: https://www.r7.comG

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.