Categorias
Sem categoria

Cirurgia plástica

 Veja a evolução das cirurgias plásticas e os cuidados que se deve ter com a saúde

Clima abrasador, corpos à amostra e aceno midiático por um padrão de beleza aproximadamente inalcançável são algumas das causas que levam milhares de brasileiras (e brasileiros) a uma alimentação de intervenção em procura de reparos estéticos.

De acordo com dados de 2014 da Agremiação Cosmopolita de Intervenção Plástica (Isaps, na abreviatura em britânico), o Brasil é o de acordo com no ranking mundial de cirurgias plásticas – mais de 1,3 milhar de coisa foram realizadas naquele ano, ficando atrás somente dos Estados Unidos.

Similarmente ficamos com a condecoração de prata no momento em que os números levam em conta todos os procedimentos estéticos, como preenchimentos e peelings.

Também de acordo com a Isaps, foram realizadas 217 mil lipoaspirações e 185 mil implantes mamários de silicone em 2014 no Brasil – as duas cirurgias mais procuradas no país.

Também que coisa reparadoras, como em casos de acidentes, cicatrizes ou sequelas de doenças, similarmente sejam comuns, é a procura pela beleza que mais motiva os brasileiros a buscar um cirurgião plástico.

Para o secretário-geral da Agremiação Brasileira de Intervenção Plástica, Niveo Steffen, a receio com a plástica pode parecer exagerada para vários, porém está relacionada ao bem-estar, um dos requisitos básicos da saúde preconizados pela Administração Mundial da Saúde (OMS): – A OMS estabelece que conceito de saúde é o bem-estar animal e psíquico.

Embora de a maior parte dos pacientes também serem mulheres, os homens similarmente abrange frequentado os consultórios para acoimar imperfeições ou desviar um fachada do corpo.

De acordo com o cirurgião plástico Carlos Uebel, administrador da Isaps, 35% dos procedimentos estéticos hoje são realizados pelo público masculino.

De acordo com o profissional, lipoaspiração, retirada do exagero de pele nas pálpebras e microimplante capilar para acoimar a calvície são os preferidos deles.

Altivamente do gênero, antes de se apresentar a uma intervenção ou técnica estético, é fundamental observar alguns quesitos para evitar arrependimentos e, especialmente, prejuízos às saúde.O bom sensatez constantemente precisa valer-se.

Plásticas

Reforçar ou diminuir atitudes, acoimar imperfeições e ocultar os efeitos do tempo são alguns dos metas mais comuns dos pacientes que procuram as cirurgias plásticas no Brasil. Ainda que possam parecer diferentes, na execução os conceitos de intervenção plástica e reparadora se misturam.

– Uma mulher que não possui mama procura nessa intervenção ser aproximado a seus pares. Óbvio que há o lado estético, porém ele está constantemente juntamente ao objetivo de abrigar-se aquela coisa que a classe não tirou, ou que o tempo ou uma gestação, por adágio, alterou. Nós não dividimos o que é apenas estético daquilo que é reparador.

Invariavelmente, eles caminham acompanhados – afirma Niveo Steffen, secretário-geral da Agremiação Brasileira de Intervenção Plástica.

Lipoaspiração

A lipo é a campeã de busca entre os brasileiros. A técnica consiste em remover por meio de uma cânula (um acanhado canal) o exagero de gordura das camadas mais profundas da pele, como se fosse um aspirador de células (veja ao lado).

O técnica foi originado em 1977 pelo cirurgião francês Yves-Gerard Illouz. De lá para aqui, o essencial acrescentamento nesse forma de intervenção foi a diminuição do dimensão das cânulas: elas passaram de um centímetro para até 3 milímetros nos dias de hoje. Outra novidade diz respeito à porção de gordura que pode ser afastamento.

A princípio, Illouz sugeriu remover no máximo 2 litros. Hoje, no Brasil, de acordo com afoiteza do Sugestão Federal de Medicina de 1987, é aceitado acabar até cinco litros.

A intervenção não é indicada para alimentar casos de obesidade e, efetivamente, eliminar o concentração de fazenda adiposo de algumas regiões específicas como culotes, costas, cerca, braços coxas e pescoço.

– Lipoaspiração não vai alimentar pacientes com índice de massa do corpo acima de 34. Não é sugerido – diz Carlos Uebel, administrador da Isaps.

Estabelecimento de silicone

A primeira intervenção de estabelecimento de silicone do mundo foi realizada há 54 anos, nos EUA. Idealizada pelos cirurgiões Frank Gerow e Thomas Cronin, a cirurgia foi ensejo em uma mulher que pretendia remover uma estigma dos seios, porém aceitou servir de cobaia.

O técnica é o alcoviteiro mais executado no mundo, com mais de 1,3 milhar de registros em 2014. Ao prolongado dos anos, o estabelecimento foi se tornando mais sem riscos e com pouco riscas de complicações como a contratura capsular, a formação de fazenda em torno do estabelecimento.

– Hoje, o índice é entre 1% e 2%. Antes, era em torno de 30%. Ou seja, a cada 10 mulheres, 3 tinham o dificuldade – comenta Steffen.

Além disso, as próteses estão sendo produzidas com materiais cada vez mais semelhantes ao órgão, deixando um fachada mais próximo do natural. A indústria modificou os formatos – hoje, há 3, escolhidos de acordo com a composto do corpo de cada paciente.

Há pouco tempo, foi fabricada uma prótese com um marcador interno, uma natureza de chip, que permite controle de utilidade, temperatura e reconhecimento por qualquer médico, garantindo mais segurança.

Minilifting com enxerto de gordura Levar, preparar, aborrecer, abarrotar e abrir. É mais ou pouco dessa maneira que funciona o minilifting com enxerto de gordura, técnica que possui como propósito devolver um fachada jovem ao anverso.

Na primeira parte da intervenção, retira-se uma quantidade de gordura da parte interna dos joelhos, da região do abdome ou de outra parte do corpo do paciente. Este fazenda adiposo é centrifugado e acrescentado de células-tronco.

Em seguida, microcânulas preenchem áreas do anverso que tenham rugas com essa disposição. Em seguida das aplicações, o paciente é amansado a um minilifting, processamento que remove o exagero de pele do local. Por meio de um corte em frente à aba, o cirurgião retira a pele demasia. Cirurgia plástica BH

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *